14 de jul de 2011

O verão no Japão

De junho a setembro, o (natsu = verão) faz a terra do sol nascente esquentar muito. Com temperaturas sempre acima dos 23°C, faz com que as pessoas sempre suem muito e ainda gastem centenas de (en = ienes = moeda do Japão) em conta de luz com o ar-condicionado no final do mês. Mas não para por aí: (mushi = insetos) de todos os tipos se materializam em todos os lugares. É a época da sinfonia das セミ (semi = cigarras), das teias de クモ (kumo = aranhas), das ゴキブリ (gokiburi = baratas) cascudas, e de vários outros bicho. Para os próprios japoneses e muito mais pros estrangeiros, é um período em que é ruim para trabalhar, para ficar à toa, pensar, comer, dormir, acordar, realizar qualquer movimento. O corpo amolece, a cabeça não consegue raciocinar...

Nosso Brasil, por ser um país tropical, faz calor quase o ano inteiro, mas engana-se quem pensa que por conta disso consegue facilmente aguentar o calor no Japão.Pois o verão é abafado, parece um forno, uma sauna, impossível de sobreviver com o ar-condicionado desligado e sem um ventilador de reserva.

O Japão possui muitas praias, no entanto, a maioria é artificial, ou seja, pegam um rio qualquer e enchem a costa de areia e chamam aquilo de praia. Devem achar a coisa mais linda do mundo, pois fazem isso aos montes. A areia parece asfalto, o "mar" não tem ondas e, bem... o resultado geralmente é algo parecido com isso:

Praia de 磐田市 (Iwata-shi, cidade de Iwata)

Praia de Kira-cho, em 吉良吉田 (Kira-Yoshida), na província de 愛知県 (Aichi-ken)

Não que seja feio de se ver, pelo contrário, é muito bonito.Mas ,muitos até brincam ao dizer que Okinawa não é Japão, por sua exuberante beleza, o que deixa os mais patriotas furiosamente ofendidos. Também pudera... tente comparar as fotos acima com as abaixo:

Os japoneses que me desculpem, mas Okinawa, sim, tem praias de verdade!

Como pode ver, o verão japonês poderia ser muito bem aproveitado em um paraíso desses. Mas como isso é privilégio de poucos, você pode aproveitar a estação mais quente do ano de outras formas. E acho que por isso aconteçam tantos 祭り (matsuri = festivais) e comemorações nessa época, como o 花火 (hanabi) e o 七夕 (Tanabata).
O 花火大会 (hanabi taikai) é a festa dos fogos de artifício. Lá é proibido soltá-los fora de época. Shows pirotécnicos só podem ser feitos durante os meses de julho e agosto. E assim como tudo lá no arquipélago, o hanabi não é uma simples queima de fogos. Como sempre, os japoneses buscam a perfeição em tudo o que fazem, e neste espetáculo, o objetivo é plenamente atingido. Há até fogos com formas de carinhas ! 

E o bom de tudo isso é  que esse show é gratuito! O único problema é a multidão que disputa os melhores lugares para deslumbrar os belos fogos de artíficio...


Durante as festividades de verão, os japoneses se vestem com o 浴衣 (yukata), que é um kimono de verão, mais informal e leve. Sem deixar de lado, é claro, o 下駄 (geta = são aqueles chinelinhos de madeira) e o うちわ (uchiwa = leque). 


O 七夕祭り (Tanabata Matsuri = Festival das Estrelas) a maioria deve conhecer, pois já faz parte do calendário de comemorações nipônicas de várias cidades brasileiras. No bairro mais oriental de São Paulo, a Liberdade, as ruas são decoradas com bambus e enfeites de papéis coloridos. Lá no Japão, o Tanabata sempre ocorre na sétima noite do sétimo mês do ano. Reza uma lenda que, na Via-Láctea, a princesa Orihime, que era muito boa em tecer, conheceu um rapaz chamado Kengyu, um pastor de gados, e eles se apaixonaram. Eles só queriam ficar juntos, viviam em função um do outro e nada mais. A partir daí, eles ficaram preguiçosos e deixaram de fazer suas respectivas tarefas para ficarem grudados, e isso enfureceu o pai da menina, que os obrigou a se separarem. Só que a princesa ficou muito deprimida e, ao ver o sofrimento de sua querida filha, o rei resolveu então que o casal poderia se encontrar somente no sétimo dia do sétimo mês do ano, de acordo com o calendário lunar. Mas havia uma condição: eles deveriam atender a todos os pedidos vindos da Terra neste dia! A essência do festival é exatamente essa: escrever pedidos em papéis coloridos e amarrá-los em bambus.


E por que festival das ESTRELAS? Porque na mitologia japonesa os pombinhos são simbolizados pelas estrelas Vega e Altair, que se situam em lados opostos da galáxia. No entanto, curiosamente, essas estrelas se juntam uma vez por ano! とてもかわいいですね!(Totemo kawaii desu ne )

Enquanto os estrangeiros são desacostumados com o clima de sauna do verão nipônico, as japonesas se sufocam em mangas compridas e meia-calças, se escondem embaixo de sombrinhas e se lambuzam de protetor solar. Até porque muitos dizem que as mulheres japonesas são obcecadas por pele branca. Odeiam se bronzear, abominam manchas, detestam o sol. Essa obsessão é tanta que chega a ser engraçada já que, no calor, elas escondem o corpo todo e, no inverno, lá estão elas de minissaia! xD

No verão, a maioria dos restaurantes serve algum prato com o peixe, como a rede すき家 (Sukiya). Mas em outros restaurantes, há pratos para todos os paladares. Dizem que a enguia combate o 夏ばて (natsubate), que nada mais é do que aquele mal-estar que algumas pessoas sentem nas épocas mais quentes. Se é verdade ou não, não sei..!

O que mais há no verão são insetos(虫 = mushi), e isso é igual no mundo inteiro. Só que no Japão, como dificilmente matam esses animais quando aparecem para atormentar - pois é, os japoneses veneram os animais, qualquer um, até os nojentos! -, acaba que aqui, no arquipélago, eles parecem existir em uma quantidade maior.Por exemplo: Os siriris, aqueles cupins alados que ficam doidões ao encontrar algum foco luminoso, estão em toda parte, curtindo as luzes da cidade. As cigarras, que montam uma orquestra para compor a trilha sonora do verão japonês, são frequentemente ouvidas ao fundo de qualquer アニメ (anime = animação japonesa) e ドラマ (dorama = novelas japonesas) que se passe nessa estação do ano. E as aranhas...  

Ah... as クモ (kumo = aranhas)! Quem sofre de aracnofobia , não pode morar em lugar pior do que o Japão, pois é muito comum encontrar aranhas de tantos tipos, formas, tamanhos, cores e espécies diferentes! Há pequenas e grandes, peludas e depiladas. Elas fazem teias nas escadas, nas janelas, nos carros (tanto dentro como fora!), nas roupas no varal, em você. Qualquer canto está bom para elas. E não adianta destruí-las, outras aparecem e constroem tudo do zero!...


 O ヒマワリ (himawari = girassol) por ser uma planta que adora o sol e altas temperaturas, o girassol floresce durante todo o verão. Além de servir como ornamento de jardim, também dá sementes (que dizem ser deliciosas) e delas se extrai o óleo de girassol. Fácil de cuidar, resistente, belo, o  ヒマワリ traz alegria a qualquer ambiente com suas pétalas em amarelo vibrante. Lá no Japão existem centenas de campos de girassois...
Enfim, esse é o verão do Japão. Bem quente, cheio de bichos, mas com muitos festivais legais para compensar o calor. Uns gostam, outros odeiam.

Fonte: iwatakappuru

4 comentários:

Eu ri com o "Elas fazem teias nas escadas, nas janelas, nos carros (tanto dentro como fora!), nas roupas no varal, em você". UHAUHAUHAUAHUAUHAUS só querendo assustar, né? kkkkkkkk
Posha, então não vou nessa época, tenho pavor a inseto, o jeito é ir no inverno mesmo, vamos ver se eu aguento D:

By: Lara.

kkkk na verdade pra deixar um pouco mais descontraída a matéria =)

kkkkk...Muito engraçado e inteligente seu jeito de falar sobre as coisas...me diverti muito lendo,e o pior eh que voce tem razao.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...