17 de mai de 2011

O que comer nas ruas do Japão

*MATÉRIA DO MADE IN JAPAN DE 2008, QUE ACHEI INTERESSANTE TRAZER PRA VCS :D
A culinária japonesa é sinônimo de pratos minimalistas, com grande sofisticação estética, quase uma obra-de-arte, certo? Sim. Mas também há um lado menos glamoroso, infinitamente mais popular, só conhecido por quem anda pelas estreitas ruas japonesas: o das barraquinhas de comida a preços superpopulares. A beleza dá lugar à mistura de cheiros e sabores e quantidade farta.

Fatias de lula assada - Quem não está acostumado pode até torcer o nariz, mas a lula assada (ikayaki) é um item tradicional na culinária nipônica. Nas barraquinhas de rua, é uma das opções para os japoneses que querem fazer uma boquinha sem perder muito tempo em restaurantes

Fatias de lula assada - Quem não está acostumado pode até torcer o nariz, mas a lula assada (ikayaki) é um item tradicional na culinária nipônica. Nas barraquinhas de rua, é uma das opções para os japoneses que querem fazer uma boquinha sem perder muito tempo em restaurantes

Fatias de lula assada - A lula é talhada à faca e vai diretamente na chapa, como se fosse um delicioso hambúrguer, vendido a 200 ienes

Fatias de lula assada - "Durante a primavera, o consumo de lulas triplica. É nesse período que os japoneses saem às ruas para comemorar a chegada da estação", conta o chapeiro Tanaka-san, que trabalha há cinco anos em um dos pontos de concentração de barraquinhas, o Parque de Ueno

Camarões gigantes e misturas - Nem dá para chamar de petisco os enormes e suculentos camarões que são assados e servidos na hora, para ser comidos quentinhos

Camarões gigantes e misturas - As opções servem de complemento ao bentô japonês (marmita). Em um único local, chegam a ser vendidos até cem filés ao longo de um dia

Panquecas nipônicas - Apesar dos tempos modernos, em que a saúde vem em primeiro lugar, ninguém está muito aí se o okonomiyaki é um alimento altamente calórico. É a verdadeira panqueca japonesa, e os ingredientes do recheio variam em cada província

Refogados de inverno - É só o inverno chegar para as barraquinhas de oden surgirem nos parques. Vários ingredientes ficam mergulhados durante horas em um caldo à base de peixe e são ótimos para combater o frio – por isso pode ser encontrado tanto em locais públicos como em lojas de conveniência

Refogados de inverno - Os itens mais comuns são pedaços de nabo, ovos inteiros e bolinhos de peixe. Cada um é comprado individualmente, com preços bem acessíveis que variam entre 100 e 150 ienes

Salgadinho crocante - O senbei é uma bolacha de arroz que pode ser doce ou salgada. É também um dos mata-fome mais consumidos pelos japoneses. Mas nas barraquinhas, ele é preparado na hora

Salgadinho crocante - A massa é assada no carvão, exalando um delicioso cheiro. O encarregado espera, pacientemente, o ponto exato de virar o senbei, para que fique o mais crocante possível

Polvo doce - O takoyaki teve origem em Osaka e rapidamente se tornou um dos mais clássicos alimentos de rua japoneses. O preparo dos bolinhos de polvo envolve toda uma técnica para girá-los na chapa que poucos conseguem dominar

 

Ovo frito - "Trabalho aqui há dez anos, e o ameyokoyaki é obrigatório para quem está nos arredores", diz Sadayuki-san, que conversa com uma simpatia incomum para os sempre discretos japoneses

Castanhas em saquinho - As castanhas ficam horas assando em imensas panelas cheias de pedras, que têm a função de distribuir o calor de forma homogênea. O kuri, como são conhecidas as castanhas no Japão, é um aperitivo tradicional dos japoneses, principalmente entre os meses de outubro e novembro, quando a colheita está em alta.

Batatas com manteiga - Enormes batatas cozidas e quentinhas são vendidas nas barraquinhas de rua ocidentalizadas no Japão. Só tem um único problema: cada batata vem recheada com o equivalente a um terço de um pote de manteiga. Paga-se 500 ienes

Mochi no espeto - O mochi (massa feita de arroz cozido e amassado) pode ser assado ou usado em sopas. Mas aqui ele é transformado em pequenos bolinhos que são oferecidos em um espeto

Bolinho de gato - Vendido em lojas de conveniência, vários pedaços são embalados em caixas elegantes para serem dados de presente. Nas barraquinhas são vendidas versões populares, como bolinhos em formato de Hello Kitty, que custam 500 ienes (caixa com 20)

Frutas no palito - O melão é uma das frutas mais caras vendidas no Japão, a ponto de ser oferecido como presente. Mas quem não tem coragem de pagar dois mil ienes por um minúsculo melão não precisa ficar na vontade. Em Okachimachi, bairro de lojas populares em Tokyo, a fruta pode ser apreciada como se fosse um picolé. Ela vem no palito, para ser consumida em poucos segundos pelos que fazem suas compras.

O churrasquinho grego, chamado lá de kebab, é ingrediente básico para um sanduíche com várias camadas de carne. Já o frango assado é uma raridade só vendida em lojas de produtos brasileiros

       Parque de Ueno: uma das melhores coisas das barracas de rua é... comer na rua

Fonte: madeinjapan

3 comentários:

Gostei! Um dia quando eu for para o Japão, vou para esse parque da Ueno, foi a melhor referência. Só podia ser melhor se você colocasse o nome de algumas comidas que não tem na descrição? Como vou pedir se não sei falar muito Japonês? :/
Não posso chegar e pedir: me dê uma batata com manteiga...
Mas enfim, gostei da variedade! ^^

By: Lara.

Boa sugestão Lara, realmente deveríamos ter colocado o nome das comidas, mas anotado a dica, próxima vez, a matéria que for parecida, terá descrição das comidas =)

as fotos estão com erro 404not found!!
Otima materia!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...