20 de jun de 2011

Shochu 焼酎

(Pronuncia-se “xôtyû”), que significa “vinho destilado”, é uma bebida alcoólica destilada milenar japonesa muito consumida há muitos anos no Japão. O shochu, também conhecido como “vodca japonesa”, pode ser produzido a partir de uma grande variedade de matérias-primas, como por exemplo, arroz, trigo, batata doce, açúcar mascavo, mandioca e outras fontes de carboidratos. Sua graduação alcoólica pode variar de 15% a 45% em volume, porém os mais tradicionais possuem 25% em volume.


Há, basicamente, duas classificações para o shochu: classe “Otsu” e classe “Ko”.

Considerado como o shochu artesanal e o mais tradicional, o shochu da classe “Otsu”, mais conhecido como “Shochu Genuíno” (Honkaku Shochu) é o mais consumido e cada vez mais popular no Japão. O seu processo de fabricação compreende basicamente: inoculação do arroz com a adição do kojikin (um fermento especial para este tipo de bebida), que posteriormente é adicionada a levedura, chamando este processo de primeira fermentação. Em seguida, é adicionada a matéria-prima principal (seja batata-doce, trigo, arroz, mandioca, etc), dando a este processo a denominação de segunda fermentação. E finalmente, o material é destilado resultando no Shochu Genuíno. O resultado é uma bebida requintada de aroma e paladar característicos dos ingredientes originais utilizados, comparável aos melhores vinhos e outras bebidas alcoólicas de alta qualidade. 
 
A outra classificação do shochu, classe “Ko”, é obtida através de uso de inúmeras matérias-primas e de múltiplas destilações, resultando em uma bebida de aroma e fragrância neutra geralmente utilizado para coquetéis de sucos de frutas com água gaseificada. Comparando-a com o Shochu Genuíno, a diferença do sabor e da qualidade é imediatamente reconhecido, evidenciando bem a supremacia de qualidade do Shochu Genuíno.

Fonte: shochu

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...