31 de ago de 2012

O que é Missô?

Missô isso, missô aquilo,  missô  aqui,  missô  ali... Shiromiso, akamiso, kuromiso e hatchomiso.
'Misoshiru' ou 'misoshiro'?!

Afinal de contas, o que é missô/misso/miso? 



Bem, missô (uma das formas de escrever, desculpe se alguém achar errado), 'na tradição japonesa, é sinônimo de saúde e longevidade por todas as suas características nutritivas'.
Ele é uma pasta de soja feita através da fermentação da soja com um fermento chamado koji, produzido a partir de um cereal (geralmente arroz) e inoculado com um fungo (chamado Aspergillus oryzae). As misturas variam em qualidade e quantidade e assim originam-se os diferentes tipos de misso: shiromiso, missô branco, akamiso, missô vermelho, kuromiso, missô preto, e hatchomiso, missô bege. Cada tipo tem uma característica, do mais escuro e mais forte, ao mais claro e suave, doce. Mas, todos são igualmente benéficos.

Fazer o missô a maneira tradicional dá trabalho e exige paciência, aparentemente a receita original demanda no mínimo um ano de fermentação. Então a maioria prefere comprar o missô pronto. Toda via a versão industrial não respeita tal tempo de fermentação.

O missô tem uma grande quantidade de enzima que contribuem para a digestão da comida e eliminação de resíduos. Também ajuda a limpar os pulmões e protege contra intoxicação por metais pesados. Além disso tudo, a pasta de missô envelhecida, o processo chega a dois anos, produz no corpo uma substância importante para manter a memória e estimular o cérebro.



Com o missô vários pratos podem ser preparados, mas certamente o mais tradicional é a sopa de missô. Existem várias receitas para a mesma, mas a dica básica é para não ferver o missô, sempre adicioná-lo ao alimento após ele ter sido fervido ou em água quente, assim o missô não perde suas características.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...