21 de abr de 2011

Sufixos usados após os nomes

É extremamente importante saber como referir-se a uma pessoa no Japão, procurando sempre ter cuidado ao usar as formas de tratamento. Os japoneses levam muito a sério o tratamento com sufixo e, considera desagradável quando um estrangeiro não procura se inteirar antes de se referir-se a alguém.
Para cada situação existe uma forma de tratamento e pode mudar de acordo com a ocasião e a pessoa a quem está se referindo.
É aconselhável utilizar o sufixo San quando se tem dúvida sobre qual forma de tratamento usar para com a pessoa a quem está se referindo. E vale lembrar que ações de cumprimento como: beijos e aperto de mão não são muito usuais. O mais indicado é reverenciar praticando o Ojigi (ato de curvar-se em sinal de cumprimento),que já foi um dos post aqui do blog.

  
Sufixos mais conhecidos:

Bochan: (sufixo) Usado para crianças ricas. Geralmente usado por mordomo.
Chan: (sufixo) Para crianças, ou modo carinhoso de se chamar meninas ou meninos. É mais freqüente entre meninas, e amigas podem se tratar assim até depois de adultas.
Dono: (sufixo) Pode ser considerado o mesmo que "San", no entanto é usado mais por pessoas antigas. É mais formal que San e menos formal que Sama. Pode ser empregado a uma pessoa importante e influente, mas que não faça parte da realeza.
Douhai: (sufixo) Corresponde a um companheiro de trabalho ou estudante do mesmo nível, ou que ingressaram na escola ao mesmo tempo.
Han: (sufixo) Tratamento semelhante a San. Um sufixo muito antigo e que caiu em desuso. Hoje em dia é raro usar Han e, em seu lugar agora se emprega San.
Ichi ou Kazu: (sufixo) Ambos significam primeiro filho. São acrescentados no final de nomes próprios masculinos modernos. Exemplo: Jun-ichi, Ken-ichi, Ryuichi, Masakazu, Toshikazu, etc...
Ji e Zo: (sufixo) Correspondem respectivamente o segundo e terceiro filho. São acrescentados no final de nomes próprios masculinos modernos. Exemplo: Eiji e Senzo.
Ko: (sufixo) Significa criança e é acrescentado a nomes próprios femininos modernos. Exemplos: Aiko, Haruko, Keiko, Masako, Mitsuko, Naoko, Reiko, Rumiko, Yoko, etc...
Kouhai: (sufixo) Usado para se referir a calouros ou iniciantes numa mesma atividade.
Kun: (sufixo) Para crianças. Usado em sinal de respeito entre jovens. Também pode ser para o filho(a) de alguém conhecido, mesmo que este já seja um adulto, mais ou menos parecido com Junior em comparação ao filho(a). “Uma pessoa pode ser chamada de Kun (intimamente) o resto da vida por alguém mais velho que o conheça desde criança”.
Mi: (sufixo) Significa beleza. Alguns nomes próprios femininos terminam com esse sufixo. Exemplo: Harumi, Mayumi, Naomi, Hiomi, Yumi, Natsumi, etc...
Sama: (sufixo) Usado quando a situação é altamente formal, alguém muito importante ou se tem muito respeito pela pessoa. Também usado para reis, rainhas e realeza em geral e até mesmo para Deuses. Exemplo: Deus em japonês é Kami, mas é regra acrescentar Sama no final “Kami-sama”.
San: (sufixo) Usado para adultos, pais e pessoas mais velhas ou pessoas que não tenha intimidade. Empregado em sinal de respeito tanto para homem ou mulher. Equivale a senhor e senhora.
Senpai: (sufixo) Usado para alguém mais velho e experiente. Freqüentemente estudantes mais novos utilizam em sinal de respeito aos veteranos.
Sensei: (sufixo) Usado para professores, mestres e instrutor em geral.
Shi: (sufixo) Acrescenta ao sobrenome para indicar respeito. É mais utilizado em publicações, utilizado pela imprensa.
Tachi: (sufixo) Significa plural para coisas e pessoas. Mais utilizado para grupos de pessoas. Exemplo: Anata = você + Tachi = Anata Tachi = vocês.

Fonte: mundo-nipo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...