21 de nov de 2011

Tecnologia Japonesa Para Evitar Congestionamentos

Uma notícia publicada no jornal econômico Nikkei informou que a Nissan e a Mitsubishi Heavy estão fornecendo tecnologias de ponta para resolver os problemas de congestionamento do trânsito nas principais cidades asiáticas. Um caso concreto é a que está sendo utilizada na capital chinesa, Beijing, que é um projeto de maior dimensão na espécie, envolvendo 12.000 veículos equipados com GPS. Câmeras são instaladas nas principais rotas transmitindo aos motoristas as informações do tráfego, oferecendo alternativas mais favoráveis. Em fevereiro próximo, as informações das pequenas ruas também serão incluídas.

Cerca de 5 milhões de veículos provocavam problemas em Beijing em 2005, e as autoridades resolveram utilizar a tecnologia da Nissan. Como o projeto envolvia veículos de outras marcas, ele era complicado, mas está sendo melhorado. Utiliza-se o chamado ITS – sistema de transporte inteligente, e a Mitsubishi Research Institute estima que as vendas de 2005 a 2020 destes sistemas devem chegar a cerca de US$ 1,3 trilhões. Eles envolvem a utilização do ETC – coletores eletrônicos de pedágio, VICS – sistemas de comunicações e informações de veículos, e sistemas de assistência à segurança dos motoristas, ajudando o ITS.

Nni20111118D17HH482124121Nni20111118D17HH482124120
Centro de controle de tráfego em Beijing e pedágio eletrônico em Cingapura
Cingapura é uma das cidades que atraem investimentos externos, pois o seu tráfego é dos melhores, utilizando tecnologias de ponta para os pedágios. Acaba ocorrendo um intercâmbio tecnológico, na medida em que as dos japoneses são aperfeiçoadas no exterior, e retornam ao Japão para serem utilizados no país.
Outras cidades com trânsitos mais complexos como Bangkok e Jacarta também estão usando estas tecnologias japonesas, e algumas como Cingapura já estão exigindo novas versões mais avançadas que também estão sendo usadas em cidades japonesas, fornecidas pela Mitsubishi Heavy.
Observam-se constantes aperfeiçoamentos nestes controles de tráfego intenso que são problemas em todas as grandes cidades. Ainda que soluções locais possam ser adotadas, as experiências internacionais estão sendo intercambiadas, proporcionando vantagens para as diversas partes envolvidas.
Os problemas brasileiros são graves e tendem a piorar, pois os sistemas de transporte de massa estão lentos, e os projetos de avenidas e ruas continuam lentos. Um intecâmbio com tecnologias japonesas poderiam acelerar diversas soluções, amenizando os problemas que infernizam os habitantes de grandes centros metropolitanos, que não se restringem somente a São Paulo e Rio de Janeiro.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...