11 de jan de 2011

Pet cafés na mira dos órgãos de saúde do Japão

A mania dos pet cafés – estabelecimentos em que os clientes, além dos lanches, podem desfrutar de alguns minutos com pequenos animais de estimação – está na mira dos órgãos de saúde no Japão. Tudo por conta dos riscos de doenças que podem ser transmitidas pelos pequenos bichinhos oferecidos em cerca 120 estabelecimentos em todo o arquipélago.
Outra parte do problema envolvendo os pet cafés é que muitos ainda não obtiveram registros junto aos órgãos governamentais. Com o registro, os pet cafés são regulados pela Lei de Proteção aos Animais, assim como os zoológicos e aquários, e devem ter no quadro de funcionários pelo menos um profissional com licença para cuidar da saúde dos animais expostos aos clientes.
Os pet cafés no Japão oferecem aos clientes pequenos momentos de descontração ao lado de coelhos, gatos, cães e pássaros de pequeno porte. Os preços por 30 minutos com os animaizinhos custam de 300 a 400 ienes por pessoa, que também deve consumir alguma bebida ou refeição no local.
Apesar dos donos dos estabelecimentos defenderem que os animais são voltados para acalmar os ânimos dos clientes – que geralmente são casais sem filhos ou pessoas solteiras que não podem cuidar de bichos de estimação – os bichos podem transmitir bactérias como salmonela e coliformes.
Fonte: Yomiuri

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...