4 de mar de 2011

Arquitetura Contemporânea no Japão

Existem vestígios de construções neolíticas através de modelos de casas encontrados em túmulos, mas apenas com a introdução do budismo, no século VI d.C., pode-se identificar uma tradição contínua. Como a religião, a arquitetura japonesa foi muito influenciada pela China, com a adoção da madeira como principal material de construção e da coluna como elemento primordial da estrutura (em função da abundância de árvores e à resistencia das construções de madeira a terremotos). A arquitetura japonesa dá maior atenção à integração da construção ao ambiente. Por outro lado, a arquitetura doméstica japonesa é notável pela sua simplicidade e refinamento. Painéis corrediços de madeira ou de papel de arroz subdividem as áreas internas em séries de espaços arejados. Algumas vezes um local da casa é separado para a cerimônia do chá, associada à contemplação e ao cultivo das artes, mas as casas-de-chá são geralmente pavilhões especiais localizados nos jardins. A relação entre a casa e o jardim é tradicionalmente muito importante para os japoneses, sendo a varanda um espaço de transição.
Entre os séculos XVII e XIX, o Japão adotou uma política isolacionista, mas, por volta de 1860, iniciou um processo de industrialização, seguindo as linhas ocidentais e adotando a tradição arquitetônica européia. Contudo, foi somente a partir da década de 50 do século XX que o país começou a dar a sua importante contribuição para a moderna arquitetura mundial. Desde então, com a explosão da construção civil, refletindo o fantástico crescimento econômico do pós-guerra, o Japão se tornou um reconhecido centro de excelência e originalidade em termos de projetos arquitetônicos. Kenzo Tange é uma das figuras mais importantes da moderna arquitetura japonesa; sua obra concilia a influência da arquitetura moderna por meio de Le Corbusier e as formas tradicionais do Japão.
Nas imagens abaixo, algumas das imagens de construções contemporaneas no Japão, selecionadas não neessáriamente por sua importancia arquitetonica, mas com o objetivo da apresentar um pequenno painel da complexa e representativa arquitetura japonesa.
  "Leaf Chapel", projeto do escritório KDa (Klein Dytham Architecture), localizado em Kobuchizawa no estado de Yamanashi.
"Casa Mosaico", dos arquitetos da TNA Arch, localizada em Meguro, Tokio
“NE Apartment” dos arquitetos japoneses Yuji Nakae, Akiyoshi Takagi e Hirofumi Ohno, localizado em Tokio
"Big Box", projeto de Kochi Architects’ Studio,

Torres Espirais, em Nagoya, no Japão
"Nakajin Capsule Tower" do arquiteto japonês Kisho Kurokawa, localizada em Ginza e Shimbashi.
"K Clinic" do escritório Architecton, Shibuya, localizada em Nara and Osaka
"love house" do arquiteto Takeshi Hosaka  em Kanagawa
E para finalizar, um exemplo de como a criatividade, a inventividade e a capcidade tecnológica podem auxiliar na solução dos problemas de moradias em áreas densamente ocupadas.
Fonte: urbanascidadespoa.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...